A flexão naquele enterro
Era um encontro de um fluxo triste do Ser, Estar.
Uma conjugação verbial de lembranças distorcidas - o que a morte não excusa é a lembrança, pois sempre a teremos.
Um dia era um sorriso todo confluente, estava. Mas não está mais.
Nunca uma conjugação pesou tanto no meu pensamento.
Um tijolo, dois tijolos, três tijolos, um buquê de flores, um grito, uma tampa que fecha. Pasmem! Muda-se o verbo e a lágrima cai.



________________________________________________________
Ocorreu um erro neste gadget