Este blog

mudou muito.




Não serve para capas de livros nem de cds, gratuito que é. Não está explicado em frases feitas, muito menos se comporta em manuais. Não é debate idealista para o frustrâneo feminismo, tampouco é bandeira para homens garantirem-se. Talvez é socialismo utópico, dentro do anarquismo rudimentar. É talvez unido pelos gesto, ou gerido por incesto, segmentado pelo ardor da saliva em cada órgão, que juntos, completam a orquestra do gemido fúnebre de células que morrem para nascer em outros tecidos.


Marcos Carneiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget